Alegria de Servir. Filipenses 1:3-6

Essa é uma carta pessoal aos Filipenses e não tinha o propósito de circular entre todas as demais igrejas, como a carta aos Efésios. Paulo queria agradecer aos crentes por tê-lo ajudado quando precisou. Também desejava contar-lhes como podia estar tão cheio de alegria apesar de sua prisão e do julgamento iminente. Nessa carta tão estimulante, Paulo aconselha aos filipenses a serem humildes e unidos, e os adverte contra potenciais problemas futuros.

DISCUSSÃO:
Quando as outras pessoas pensam em você, o que será que vem à mente delas? Será que se lembram de você com alegria? Será que seus atos de bondade servem para inspirá-las e incentivá-las espiritualmente?

CONTEXTO: “Em todas as minhas orações em favor de vocês, sempre oro com alegria por causa da cooperação que vocês têm dado ao evangelho, desde o primeiro dia até agora” (Filipenses 1.4,5). Essa é a primeira das muitas vezes que Paulo usa a palavra “alegria” em sua carta. Os filipenses eram lembrados com alegria e ações de graça todas as vezes que Paulo orava. A obra de Deus por nós começou quando Cristo morreu em nosso lugar na cruz e sua obra dentro de nós inicia quando cremos Nele. Agora, o Espírito Santo vive em nós e nos permite ficar, a cada dia, mais semelhantes a Cristo. Todos os cristãos são parte da família de Deus e, portanto, participam igualmente do poder transformador de seu amor.

CONCLUSÃO: Paulo está descrevendo o processo do crescimento e da maturidade do cristão, que se iniciou quando aceitamos Jesus, e que continuará até a Sua volta. Será que, às vezes, você pensa que não está fazendo progressos em sua vida espiritual? Quando Deus começa um projeto, Ele o conclui. Como aconteceu com os filipenses, Deus o ajudará a crescer na graça até que tenha concluído a obra em sua vida. Quando se sentir desanimado, lembre-se de que Deus não desistirá de você. Ele prometeu concluir a obra que começou. Quando se sentir incompleto ou perturbado por suas fraquezas, lembre-se da promessa e provisão de Deus. Não deixe que sua atual situação roube a alegria de conhecer a Cristo ou que o impeça de ficar mais próximo dele.

APLICAÇÃO: Paulo pautava sua vida em servir ao Senhor, dedicando-se à obra de Cristo e a perpetuando após seus ensinamentos. Todos temos alvos, propósitos, metas que procuramos alcançar pela misericórdia do Senhor segundo estratégias e planos de ação que traçamos no nosso dia a dia, em diferentes áreas de nossas vidas. 

QUAL É O PROPÓSITO DE SUA VIDA?
A QUEM VOCÊ PODE SERVIR OU AJUDAR?


0 comentários

pt_BRPortuguese
en_USEnglish pt_BRPortuguese